Relatórios abertos do DesmistificandoFII


Caros Investidores, no final desse post divulgo 9 (nove) relatórios do DesmistificandoFII elaborados desde setembro de 2016 e que poderiam ter feito você evitar o fundo FEXC11 (atualmente cotado a R$ 90,99) em sua carteira, alterando a sua posição de perdas de 20% para ganhos de mais de 20%.

Com a divulgação dessa sequência de relatórios é possível observar a importância de se manter sempre bem atualizado, objetivo no qual nasceu o DemistificandoFII há mais de 1 (um) ano atrás.

Só no DesmistificandoFII você encontra informações sobre os fatos relacionados aos fundos imobiliários divulgados na última semana, elaborados de forma sucinta e critica, por um analista de valores mobiliários, credenciado pela Apimec.

As assinaturas dão direito aos relatórios todas as semanas pela quantidade de meses que for assinado (mensal, trimestral ou semestral), e custa apenas a partir de R$ 13,31 por mês (valor equivalente a um mês na modalidade semestral à vista). Assine agora mesmo no LINK e se mantenha sempre bem informado.

2016-9-25– Nesse relatório sugeria a venda de FEXC11, cotado a R$ 111,95, em razão da previsão de quedas do IGPM. Nesse relatório também era sugerida a compra de FIIP11b, cotado a R$ 155,00, atualmente cotado a R$ 197,58

2016-10-9 – Nesse relatório é feito novo alerta sobre as quedas do IGPM e o impacto na renda e na cota de FEXC11, cotado a R$ 109,97. Nesse relatório era sugerida a compra de GLRV11, cotado a R$ 939,00, atualmente cotado a R$ 986,00.

2016-11-13 – Novo alerta feito sobre o impacto do IGPM futuro sobre os rendimentos de FEXC11, apresentando-se uma expectativa de rendimentos futuros. Nesse relatório sugeria-se a compra de HCRI11 por valores abaixo de R$ 250,00, o qual posteriormente teve recomendação de venda quando cotado a R$ 314,99, no relatório de 14.5.2017, no qual foi ressaltado que abaixo de R$ 280,00 ensejaria uma nova oportunidade de compra.

2016-12-10 – Nesse relatório foi feita um comparativo com alguns fundos de recebíveis e foi recomendada a venda de FEXC11, na época cota em R$ 101,77, e a compra de XPGA11, na época cotado a R$ 91,00. O investidor que seguiu essa recomendação ganhou mais de 25% do que aquele que seguiu apenas com FEXC11 na carteira, entre desvalorização/valorização de cotas e rendimentos.

2016-12-24 – Nesse relatório novamente se faz um alerta para os rendimentos futuros de FEXC11, na época cotado a R$ 102,31. Faz-se um alerta que até o fundo de fundos do BTG estaria vendendo suas cotas. Nessa relatório também é sugerida a compra de MAXR11, na época cotado a R$ 1.600,00, e atualmente cotado a R$ 1.850,00.

2017-2-12 – Novo alerta feito sobre o impacto da queda do IGPM sobre os rendimentos de FEXC11.

2017-2-25 – Nesse relatório é feito um novo alerta sobre o fato de que FEXC11 não será um bom investimento no curto prazo. Nesse relatório foi reforçada a recomendação de ABCP11, na época cotada a R$ 14,02, atualmente cotado a R$ 16,60.

2017-4-30 – Um dos últimos alertas sobre o impacto que FEXC11 teria sobre os seus rendimentos. Interessante destacar a análise de futuro que é feita para BRCR11 nesse relatório.

Esses relatórios são elaborados semanalmente com o máximo profissionalismo exigido de uma analista de valores mobiliários, sem criar ilusões de ganhos rápidos e fáceis, pois isso não existe, mas com o objetivo de manter o investidor sempre bem atualizado e lhe auxiliar a escolher os melhores investimentos na área de fundos imobiliários.

Assine agora mesmo no LINK , por apenas a partir de R$ 13,31 por mês (valor equivalente a um mês na modalidade semestral à vista).

Rodrigo Costa Medeiros

CNPI 1597

desmistificandofii@gmail.com

14 de julho de 2017